Última atualização: 18/02/2019 11:37

 

Conforme previsto pelo AlertaBlu, chuva abrangente e com volumes significativos foi registrada  desde a última sexta-feira (15/02) em Blumenau, como pode ser observado na Tabela 01.

 

Tabela 01: Acumulado de chuva em Blumenau nos últimos dias;

 

Na sexta-feira (15/02), um sistema de baixa pressão configurado em níveis baixos da atmosfera deixou o tempo instável e causou chuva fraca a moderada por alguns momentos desde o inicio da manhã. A precipitação ocorreu de forma bem distribuída, com volume médio de 23,4mm no município. Pontualmente, os maiores acumulados de chuva foram registrados nas estações pluviométricas da Vila Itoupava e Tatutiba, com 28,8mm cada. Por outro lado, a estação Coripós recebeu 17,6mm de chuva, sendo a menor quantidade de chuva observada.

Já entre o sábado (16/02) e a segunda-feira (18/02), a chuva observada em Blumenau e região foi causada por uma configuração atmosférica complexa (Figura 02), que consistiu de um cavado (área alongada de baixa pressão) no topo da atmosfera, um vórtice ciclônico em níveis médios, uma área de baixa pressão a leste de SC em níveis baixos da atmosfera e descolamento de ar úmido do mar para o continente junto à superfície.

 

Figura 02: Imagem do satélite GOES-16 das 12horas local do dia 17/02/2019. Fonte: CPTEC/INPE;

 

No sábado, a chuva ocorreu alternada com períodos de melhoria ao longo do dia, intensificando-se à noite. Foram registrados cerca de 10mm de chuva em Blumenau, com acumulados de 24,8mm na estação da Itoupava Central, 23,4mm no Fidélis e 22mm na Vila Itoupava.

Já no domingo a chuva ganhou intensidade não só em Blumenau, mas também no Médio Vale do Itajaí e litoral catarinense, como pode ser observado na Figura 01. Como já indicavam as previsões realizadas pelo AlertaBlu, a chuva mais intensa foi registrado no litoral de Santa Catarina, com volumes acumulados, nas últimas 72 horas, que alcançaram mais de 200mm. Já Grande Florianópolis a chuva mais intensa também foi registrada no domingo, sendo que os volumes de chuva das últimas 72 horas variam entre 150 e 200mm. Na região do Médio Vale do Itajaí, apesar da chuva recorrente dos últimos dias, o cumulado foi menor em relação ao litoral, com 74mm em Timbó e 54mm em Indaial, conforme dados da Epagri/Ciram.

 

Figura 01: Acumulados de chuva das últimas 72 horas no leste de SC. Fonte: Epagri/Ciram;

 

Em Blumenau, as áreas de instabilidade causaram chuva recorrente e abrangente desde a madrugada do domingo (17/02). A chuva mais intensa foi registrada entre a manhã e inicio da tarde (Figura 03) e voltou a se intensificar à noite. O acumulado médio no município alcançou 50,1mm. A Vila Itoupava, Fortaleza e Itoupavas / Badenfurt foram as regiões mais afetadas pela chuva. O maior volume de chuva foi registrado na Vila Itoupava, com um total de 80,8mm (cerca de 43% da média mensal). Além disso, foram registrados 61,8mm na Itoupava Central, 60,8mm na Nova Esperança, 59mm no Fidelis e 55,6mm na Itoupavazinha.

 

Figura 03: Imagem do radar do Morro da Igreja das 12horas local do dia 17/02/2019. Fonte: REDEMET;

 

Essa condição de chuva persistente e abrangente favoreceu a elevação do nível do Rio Itajaí-Açu em Blumenau, passando de 0,54m na manhã da sexta-feira (15/02) para 2,83m as 8h00min desta segunda-feira (18/02).

A chuva ainda se estendeu durante a madrugada e manhã desta segunda-feira, porém com menor intensidade e de forma mal distribuída. No decorrer do dia, à medida que o sistema de baixa pressão se afasta do leste do Estado, a condição para chuva diminui em Blumenau. Já nos próximos dias, retorna a condição típica de verão, com predomínio de sol entre nuvens, tardes abafadas e pancadas de chuva com trovoadas entre tardes e noites, inclusive, não se descarta o risco para temporais isolados.

 

Tatiane Martins / Francine Sacco

Meteorologistas – AlertaBlu / PMB